top of page

Desenvolvendo líderes resilientes

“O sucesso não é o final, falhar não é fatal, é a coragem para continuar que conta.” – Winston Churchill.


Liderança é um tema complexo e repleto de nuances. Porém, se há algo que podemos afirmar com segurança, é que um bom líder é aquele que consegue ser resiliente em face às dificuldades que encontra pelo caminho.



É claro que, para desenvolver líderes resilientes, precisamos partir do princípio de que ninguém nasce pronto. Liderança é uma habilidade que pode e deve ser aprendida e desenvolvida ao longo do tempo. E, para tanto, é preciso ter em mente alguns pontos cruciais.


Mas o que é resiliência? Segundo a psicologia, a resiliência é a capacidade de superar adversidades e se adaptar a situações adversas. Em outras palavras, é a capacidade de dar a volta por cima e seguir em frente, mesmo diante das dificuldades. E essa habilidade é fundamental para os líderes, que precisam lidar com diferentes demandas e desafios, e ainda assim manter uma equipe motivada e engajada.


Em primeiro lugar, é fundamental que o líder esteja aberto a aprender. Isso pode parecer óbvio, mas é importante lembrar que muitas pessoas têm dificuldade em aceitar críticas ou reconhecer que não sabem algo. No entanto, a verdade é que ninguém sabe tudo e sempre há algo a aprender. Portanto, um líder resiliente é aquele que está sempre disposto a ouvir opiniões e se aprimorar.


Outro ponto importante é ter empatia. Um líder que se preocupa apenas com a sua própria visão dificilmente será respeitado e admirado por seus liderados. É preciso estar atento às necessidades e expectativas da equipe e saber se colocar no lugar dos outros. A liderança empática permite criar um ambiente mais saudável e acolhedor, o que contribui para a resiliência individual e coletiva.


Além disso, um líder resiliente sabe se adaptar às mudanças, sobretudo nesse contexto de constante transformação, onde as empresas e organizações precisam estar preparadas para lidar com novas situações a todo momento. Nesse sentido, saber se adaptar e buscar soluções criativas implica em chances maiores de enfrentar os desafios com sucesso.


Por fim, é preciso destacar que um líder resiliente não tem medo de errar. Isso não significa que o líder deva ser irresponsável ou negligente, mas sim que é preciso aceitar que erros acontecem e que é possível aprender com eles. Um líder que tem medo de errar acaba ficando preso na zona de conforto e perdendo a oportunidade de crescer e se desenvolver.


Sabemos que essa não é uma tarefa simples, mas toda caminhada nos exige o primeiro passo, que tal começarmos?!

11 visualizações0 comentário
Post: Blog2_Post
bottom of page